Comunicação Aplicada

Início a 13 de Março | Pós-Laboral

O Mestrado em Comunicação Aplicada da Universidade Autónoma de Lisboa assume-se como composição multidisciplinar orientada para o mercado de trabalho. Tem por objetivo fornecer formação avançada e especializada em Comunicação Digital, o que, hoje, passa por dominar um conjunto de competências provenientes de outros ramos do saber, como sejam as técnicas do digitalstorytelling, o marketing digital e o e-governance.

As aulas decorrem nos Laboratórios de Comunicação, um espaço com equipamento multiplataforma capaz de responder às necessidades crossmedia específicas desta área.

O ensino teórico-prático é complementado pela reflexão aprofundada sobre algumas das grandes temáticas das Ciências da Comunicação, entre as quais a relação entre Comunicação e Espaço Público, a Literacia Mediática e, porque estamos em Portugal, a compreensão do mercado mediático português em articulação com o lusófono.

Acreditação

O Mestrado em Comunicação Aplicada, cuja a área científica predominante é Ciências da Comunicação foi acreditado pelo Conselho de Administração da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior em Fevereiro de 2013 com a duração de quatro semestres e um número total de 120 créditos, segundo o sistema europeu de transferência de créditos (ECTS), para a obtenção do grau de mestre.

O plano de estudos do Mestrado em Comunicação Aplicada foi alterado e registado na Direcção-geral do Ensino Superior com o nº R/A-Cr 30/2013/AL01 com data de 14 de setembro de 2015 e no Anúncio nº 226/2015, de 28 de setembro de 2015, publicado no Diário da República, 2ª série – nº 189.

Condições de acesso e ingresso

Segundo o Artigo 6º do Regulamento de Mestrados e Doutoramentos da UAL, podem candidatar-se ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:

  • Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal na mesma área científica do curso, ou área afim, que sejam aprovados pela Comissão Cientígica do Departamento responsável pelo curso;
  • Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos, organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este processo.
  • Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pela Comissão Científica do Departamento responsável pelo curso de mestrado.
  • Em casos devidamento justificados, podem aceder aos cursos de mestrado os candidatos que apresentem um currículo escolar, científico ou profissional relevante para a frequência deste ciclo de estudos e que seja reconhecido pelo Conselho Científico, ouvida a Comissão Científica do Departamento responsável pelo curso.

Processo de selecção:

Análise documental e entrevista individual.

    Plano Curricular

    - Prof. Doutor Luís Lima

    • Pensar a experiência do utilizador contemporâneo mediante as novas tecnologias da comunicação;
    • Adquirir competências para o desenvolvimento conceptual de narrativas interativas;
    • Compreender a necessidade de adaptação de conteúdos multimédia para dispositivos e plataformas distintas;
    • Conceber e produzir narrativas adequadas à especificidade de cada projeto;
    • Compreender as vantagens dos audiovisuais para uma comunicação imersiva;
    • Pensar o digital storytelling como ferramenta de comunicação eficaz e complexa;
    • Analisar os potenciais recursos audiovisuais e identificar os seus efeitos como produtores de percepções e afeções no receptor;
    • Adaptar e criar conteúdos digitais na comunicação de histórias;
    • Analisar e decidir recursos multimédia mais adequados ao objectivo da história.

    - Prof. Doutor Vítor Tomé

    • Compreender o conceito de Educação para os Media / Literacia dos Media no contexto atual de convergência dos media;
    • Identificar atividades adequadas ao desenvolvimento da operacionalização da Educação para os Media /Literacia dos Media;
    • Analisar criticamente conteúdos mediáticos multimodais;
    • Compreender a importância da aquisição de competências de Literacia Mediática para o exercício de uma cidadania ativa e inclusiva no século XXI.

    - Prof. Doutor Hélder Filipe Prior

    • Compreender e descrever as transformações históricas e sociais da ideia de Espaço Público;
    • Reflectir criticamente sobre os conceitos “público”, “privado”, “opinião pública”, “sociedade civil” e “deliberação democrática”;
    • Discutir as relações entre a Política e a Comunicação nas sociedades contemporâneas, com especial destaque para o papel da comunicação digital na configuração do novo Espaço Público;
    • Analisar os novos modos de comunicação e interacção no espaço público e avaliar criticamente o seu impacto social;
    • Desenvolver competências de investigação.

    - Prof. Doutor Bruno Carriço Reis

    No final da UC o aluno deverá ser capaz de;

    • planificar uma investigação académica;
    • realizar uma aproximação científica a um tema previamente delimitado;
    • utilizar ferramentas informáticas que auxiliem na praxis investigativa.

    - Prof. Doutor Georg Dutschke

    Pretende-se que os alunos possam aprender a estruturar um projeto de negócio digital. Concretamente, como desenvolver o modelo conceptual, modelo de negócio, validar o conceito, estimar a sua sustentabilidade, como propor a possíveis investidores.

    • Adquirir conhecimentos teóricos e metodológicos que possibilitem a observação, análise e explicação de conteúdos noticiosos e respectivos enquadramentos em cross-media;
    • Desenvolver uma perspetiva crítica sobre os enquadramentos mediáticos no novo ecossistema dos media;
    • Dominar os critérios de noticiabilidade dos acontecimentos e os conceitos de agendamento e enquadramento noticioso;
    • Compreender a visibilidade das temáticas nos media (e respetivos suportes) e quais as justificações inerentes a esses enquadramentos jornalísticos;
    • Analisar os conceitos de framing e agenda-setting à luz de um ecossistema mediático centrado na convergência digital;
    • Estudar os modelos analíticos e ferramentas metodológicas para a análise de conteúdos jornalísticos a partir de estudos de caso.

    - Prof. Doutor Georg Dutschke

    Pretende-se que os alunos possam aprender a estruturar um projeto de negócio digital. Concretamente, como desenvolver o modelo conceptual, modelo de negócio, validar o conceito, estimar a sua sustentabilidade, como propor a possíveis investidores

    Planificar a investigação: da formatação à linguagem científica; potencialidades e limitações da Dissertação e do Projecto Final; etapas do procedimento metodológico; discussão do plano de trabalho final: debate e reflexão dos procedimentos adoptados.

    Desenvolvimento de Dissertação ou Projecto Final com vista à aquisição do grau de mestre.

    Desenvolvimento de Dissertação ou Projecto Final com vista à aquisição do grau de mestre.