Gestão de Empresas

Diário da República, 2ª série - N.101 - 25 de maio de 2016. Anúncio nº137/2016

O Mestrado em Gestão de Empresas (MGE) da Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) é um Curso concebido para proporcionar uma formação pós-graduada de elevada qualidade e de nível internacional, no domínio da gestão e da administração de empresas, procurando responder às exigências do mercado em torno de um saber cada vez mais prático, e conjugar a prática da gestão empresarial com o acervo científico das áreas das ciências económicas e empresariais. A estrutura curricular do MGE e os conteúdos programáticos das respetivas unidades curriculares, foram definidos tendo em vista preparar os alunos para carreiras profissionais e académicas de sucesso quer a nível nacional quer internacional.

Embora não seja um programa exclusivamente profissionalizante, o MGE apresenta uma visão académica fortemente ancorada na realidade empresarial, onde são transversalmente abordados os temas da internacionalização e da gestão das empresas de pequena e média dimensão, nas diferentes áreas funcionais da gestão empresarial.

O plano de estudos do MGE, registado na Direção -Geral do Ensino Superior com o n.º R/A -Ef 1144/2011/AL01 com data de 5 de maio de 2016, conforme consta do Anúncio n.º 137/2016, publicado no Diário da República, 2.ª série, N.º 101, de 25 de maio de 2016, foi desenhado visando candidatos titulares do grau de licenciado ou equivalente legal na mesma área científica do curso, ou em área afim, para este efeito aprovada pela Comissão Científica do Departamento de Ciências Económicas e Empresariais (DCEE) da UAL, que pretendam aprofundar os seus conhecimentos no domínio da gestão e da administração de empresas.

A 2º edição do MGE, a decorrer no ano escolar 2017-2018, introduz algumas alterações nos processos de candidatura, de acesso à frequência e de funcionamento do MGE, decorrentes da experiência colhida durante a 1ª edição do Curso, que em seguida se descrevem nas suas linhas gerais.

Tendo em vista proporcionar o acesso à frequência do MGE a candidatos cuja formação académica anterior não se concentre nas áreas científicas da Economia, da Gestão ou afins, a UAL põe à disposição, sem custo, desses candidatos um conjunto de Cursos de Homogeneização de Conhecimentos (CHC), nos domínios dos instrumentos analíticos de apoio à gestão, fundamentos de economia, de contabilidade e de finanças, que constituem as bases técnico-científicas da formação em Gestão. Os CHC visam primordialmente proporcionar aos alunos uma base de conhecimentos que facilite os seus processos de aprendizagem na fase letiva do Mestrado. Os CHC que o candidato terá de frequentar com aproveitamento, será definida no âmbito de entrevista pessoal (que poderá ser efetuada via Skype) com o Diretor do DCEE e o Coordenador Científico do MGE. Procedimento idêntico será adotado em relação aos candidatos que ainda não tenham obtido aprovação na totalidade das unidades curriculares da licenciatura ou equivalente legal nas áreas científicas do MGE.

Devido ao crescente número de candidatos à frequência do MGE no âmbito do programa Erasmus, já no 1º semestre da 2ª edição do MGE irão, a título experimental, existir duas turmas, uma lecionada em português e outra em inglês. Os alunos inscritos cuja língua nativa seja a português, poderão requerer ao Coordenador Científico do MGE a frequência da turma em lecionada em inglês.

Na 2ª edição do MGE será, a título experimental, admitida a frequência da parte letiva em regime de full-time ou de part-time, sendo de vinte e quatro meses, contados após a data de início do primeiro semestre, o limite máximo de tempo para a conclusão da parte curricular no regime de part-time.

Indicativamente, os CHC irão decorrer no período entre 18 de setembro 2017 e 20 de outubro 2017. O 1º semestre letivo decorrerá entre 23 de outubro 2017 e 1 de fevereiro 2018 e o 2º semestre entre 5 de março 2018 e 7 de junho 2018. Os períodos de avaliação de recurso do 1º e 2º semestres decorrerão, respetivamente, entre 5 e 23 de fevereiro 2018 e 11 e 29 de junho 2018.

Destinatários

Podem candidatar-se ao ingresso no Mestrado em Gestão de Empresas:

  • Os titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em: Gestão, Economia, Gestão de Recursos Humanos, Contabilidade, Marketing, Psicologia e áreas afins.
  • Os titulares de um grau académico estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado numa das áreas referidas na alínea anterior pela Comissão Científica do Departamento de Ciências Económicas e Empresariais;

Em casos devidamente justificados, os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Científica do Departamento de Ciências Económicas e Empresariais.

No que respeita aos candidatos referidos nas alíneas 2 e 3, a Comissão Científica verificará a adequação do seu percurso formativo e da experiência profissional aos pressupostos e necessidades de formação básica deste mestrado.

 

*No 3º semestre escolher apenas uma opção (a).
*No 4º semestre continuação da opção que foi escolhida no 3º semestre.

    Plano Curricular

    - Prof. Doutor Mário Coutinho Santos

    • Promover a compreensão dos principais fundamentos conceptuais e das questões estratégicas e estruturais associadas à tomada de decisão no contexto das finanças empresariais, bem como das respetivas implicações em termos de criação de valor;
    • Providenciar uma sólida base de conhecimentos que promova a compreensão dos fundamentos, conceitos, princípios, modelos e outros instrumentos analíticos que servem de suporte à análise, modelização, preparação, estruturação e implementação das decisões financeiras das empresas;
    • Preparar para a intervenção na gestão das finanças da empresa utilizando as melhores práticas atualmente disponíveis.
    • Abordar o papel da informação financeira, quer internamente para a tomada de decisões financeiras, quer externamente para a preparação da tomada de decisões de afetação de recursos dos investidores, e promover o conhecimento da importância do diagnóstico financeiro enquanto instrumento de interpretação da informação contida nas demonstrações financeiras;
    • Consciencializar para a importância do planeamento financeiro de médio e longo prazo, com especial enfoque nos modelos, técnicas e instrumentos analíticos que permitem projetar a atividade da empresa, modelizando os seus objetivos, opções e estratégias de investimento e de financiamento;
    • Promover a compreensão das questões associadas à estimação dos fluxos financeiros relevantes, da taxa de atualização, tratamento da incerteza na avaliação do mérito económico das decisões de investimento, estudo de investimento em projetos transnacionais e de projetos incorporando opções sobre ativos reais;
    • Análise de estratégias de financiamento, de escolha de estrutura de capital da empresa, da estimação do custo do capital, de políticas de distribuição de dividendos e de recompra de ações, sempre no contexto da criação de valor.

    - Prof. Doutor Eduardo Cardadeiro - Prof. Doutor Luís Mira Amaral

    • A disciplina destina-se a proporcionar aos alunos a compreensão dos fundamentos económicos do comportamento estratégico das empresas e uma abordagem normativa quanto à formulação e à implementação de estratégias empresariais, de áreas de negócio e funcionais.
    • Compreender a estrutura básica da análise estratégica;
    • Promover a compreensão do contributo da estratégia para o desempenho da organização;
    • Reconhecer as características fundamentais de uma estratégia eficaz;
    • Familiarizar-se o processo de elaboração da estratégia, o papel desempenhado pelos sistemas de planeamento estratégico e de monitorização da execução da estratégia.

    - Prof. Doutor José Brás Santos

    • Desenvolver as capacidades necessárias para a interpretação das pessoas como um recurso fundamental das organizações;
    • Compreender a importância da gestão do capital humano e do seu papel no alinhamento da gestão das Pessoas com a cultura e os objetivos estratégicos da organização, e fornecer as principais ferramentas para o fazer de forma eficaz;
    • Compreensão das suas atitudes;
    • Conhecimento de estratégias de condicionamento de comportamentos em função do alto rendimento das organizações;
    • Sensibilizar os participantes para a importância da liderança, da motivação, da comunicação e do trabalho em equipa e promover a aquisição de competências nesses domínios.

    - Professor Doutor Amílcar Gonçalves - Prof. Doutor Miguel de Carvalho e Melo

    • Adquirir uma perspetiva global da realidade da gestão de operações e de projetos;
    • Compreender os fundamentos e as metodologias específicas da gestão de operações e de projetos.

    - Prof. Doutor Sérgio Pontes - Prof. Doutor João Adelino Ribeiro

    • Compreender os conceitos básicos da contabilidade financeira e do relato financeiro adquirindo competências que permitam saber ler e interpretar as demonstrações financeiras. Conhecer a estrutura conceptual de relato financeiro e, consequentemente, os objetivos das demonstrações financeiras, os seus utilizadores, os pressupostos que presidem à sua elaboração bem como os critérios de reconhecimento e mensuração existentes;
    • Compreender os fundamentos, as implicações e a relevância que a informação financeira assume como instrumento de aferição do desempenho empresarial e o impacto que a qualidade dessa mesma informação suscita no valor de mercado da empresa;
    • Conhecer o enquadramento institucional da contabilidade, identificando os organismos, nacionais e internacionais que a regulam; compreender como os referidos organismos constituem fonte privilegiada de acesso a informação relevante;
    • Identificar as demonstrações financeiras e as principais caraterísticas de cada uma delas;
    • Conhecer as principais políticas contabilísticas, critérios de mensuração e reconhecimento relacionados com as principais áreas das demonstrações financeiras, estudando as normas de contabilidade e relato financeiro nacionais e internacionais;
    • Reconhecer a utilidade da aplicação de um conjunto de indicadores e métricas com a finalidade de auxiliar na avaliação do desempenho empresarial;
    • Identificar as principais linhas de investigação em contabilidade, com especial relevância para a importância que a qualidade da informação financeira assume no desempenho empresarial e na criação de valor.

    - Prof. Doutor Bruno Maia - Prof. Doutor José Brás Santos

    • Apresentar e promover o debate sobre as diferentes abordagens e perspetivas metodológicas de investigação em gestão;
    • Expor a teoria e os métodos de investigação qualitativos e quantitativos mais comuns na investigação académica em gestão, analisando quer os seus fundamentos teóricos, quer a sua implementação prática em SPSS;
    • Utilizar o SPSS para realizar análise exploratória de dados (testes de hipóteses paramétricos e não paramétricos), efectuar regressão linear simples e análise em componentes principais (análise fatorial);
    • Habilitar os alunos a conduzir autonomamente o trabalho de investigação que servirá de suporte à elaboração da dissertação de Mestrado no domínio da gestão empresarial.

    Professor Doutor Amílcar Gonçalves

    Profª. Doutora Ana Quaresma

    Prof. Doutor Miguel Campos Cruz