Homenagem ao Arquiteto Manuel Graça Dias

A UAL ficou mais pobre. O Arquiteto Manuel Graça Dias, professor e fundador do curso de Arquitetura da Universidade Autónoma de Lisboa deixou-nos ontem à noite num hospital de Lisboa. Tinha 66 anos.

Manuel Graça Dias foi um dos arquitetos responsáveis pela recuperação do Teatro Luís de Camões, em Lisboa. Um arquitecto cuja vida foi dedicada à prática, ao ensino, à crítica e à divulgação da Arquitetura na sociedade portuguesa – um trabalho pioneiro e muitas vezes ingrato.

Foi um protagonista da Arquitetura Portuguesa nos últimos trinta anos e a nossa contemporaneidade, na sua pluralidade, não seria a mesma sem a sua capacidade de reflexão, irreverência e provocação.  Foi também um arquiteto generoso com a obra de outros. Escreveu, organizou exposições e cuidou das gerações mais jovens.

Para trás ficaram duas décadas de ensinamentos ímpares e de destacados contributos à Universidade.

A Administração e Reitoria da Autonóma prestam sentida homenagem à sua família.