Prof. Doutor Manuel Guedes Valente

- Departamento de Direito - Doutoramento em Direito - Licenciatura em Direito - Mestrado em Direito

Ver curriculum vitae ORCID
mvalente@autonoma.pt

Doutor em Direito pela Universidade Católica Portuguesa. Mestre em Direito, na especialização de ciências Jurídico-Criminais pela pela Faculdade de Direito Universidade de Coimbra.

Pós-Graduado em Direito, na especialização de ciências Jurídico-Criminais pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Pós-Graduado em Gestão de Políticas de Segurança Pública pela Academia Nacional de Polícia – Polícia Federal (Brasil).

Licenciado em Ciências Policiais pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna.

Professor da Universidade Autónoma de Lisboa. Professor Convidado do Mestrado e Doutorado em Ciências Criminais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Professor Convidado da Academia Nacional de Polícia – Polícia Federal (Brasil). Membro do corpo docente do Curso de Mestrado em Direito da Universidade Católica de Brasília – Brasil, na qualidade de Pesquisador Associado.

É um dos Coordenadores Científicos do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Investigação e Criminalidade Organizada da Escola Superior de Polícia da Academia Nacional de Polícia – Polícia Federal – Brasil (ESP/ANP-PF), em associação com o Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna. Foi Coordenador Científico do Curso de Mestrado em Direito da Universidade Autónoma de Lisboa (1.º semestre de 2016/2017).

Foi Coordenador Científico do Mestrado em Ciências Policiais, nas especializações em Segurança Interna, Gestão da Segurança e em Criminologia e Investigação Criminal do ISCPSI.

Investigador Integrado do Ratio Legis (UAL). Miembro del Grupo de Investigación de Excelencia IUDICIUM – Universidad de Salamanca. Investigador Colaborador de Vários Centros de Pesquisa Membro fundador da Portuguese Security Studies Network.

Membro de Conselhos Científicos e Editoriais e Membro de Revisão Científicas de Várias Revistas Internacionais. Avaliador Científico da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP) de Teses de Doutoramento para atribuição do Prémio Fernão Mendes Pinto.

É Of-Counsel da Rogério Alves & Associados – Sociedade de Advogados e Of-Counsel da Feldens-Madruga (Brasil).
Foi Diretor Ajunto e Codiretor da GALILEU – Revista de Economia e Direito. Foi o Fundador e Coordenador da POLITEIA – Revista do ISCPSI.

Tem participado em júris de mestrado e de doutoramento em várias universidades em Portugal e no Estrangeiro, assim como tem integrado júris de concursos públicos académicos e da administração pública portuguesa.

É Autor de uma vasta obra científica, da qual se destacam 37 livros e 90 artigos científicos, publicados em Portugal e no Estrangeiro.
Proferiu mais de 130 conferências em Portugal, Brasil, Cabo Verde, Espanha, Itália e Polónia.

Já coordenou 15 eventos científicos internacionais e 14 eventos científicos nacionais.

Já coordenou 19 obras científicas nacionais e internacionais.

É Membro Efetivo da Academia Luso-Brasileira de Ciências Jurídicas, sediada na cidade de Olinda – Brasil. É Membro Honorário da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Brasil – ABRACRIM.

A par de ter sido louvado seis vezes com a menção de serviços de elevado mérito e muito distintos, é titular das seguintes condecorações:

  • Medalha de Prata de Serviços de Distintos de Segurança Pública, por despacho da Ministra da Administração Interna, em dezembro de 2015.
  •  Medalha Grau de Comendador da Ordem de Mérito Alferes Joaquim José da Silva Xavier, o mais elevado grau honorífico da Polícia Militar do Estado de Brasília – Brasil, atribuído pelo Governador de Brasília, Grão-Mestre das Ordens Honoríficas, sob proposta do Coronel Marcos Nunes, Comandante Geral da Polícia Militar de Brasília, Chanceler das Ordens, em junho de 2016.
  •  Medalha de Mérito Académico da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Brasília, por Ato Normativo 9/2015 da UNB-Brasília, em fevereiro de 2015.
  •  Medalha da Inspeção-geral da Administração Interna, por Despacho de 13 de Maio de 2009 do Inspetor-geral da Inspeção-geral da Administração Interna.