Engenharia Informática e de Telecomunicações

O Mestrado em Engenharia Informática e de Telecomunicações (MEIT) funciona no Departamento de Ciências e Tecnologias e tem como principal objetivo proporcionar formação avançada nos domínios da Engenharia Informática e de Telecomunicações, com particular incidência em áreas essenciais às organizações e sistemas:

  1. a WEB e a Cloud;
  2. os sistemas móveis,
  3. as redes e as telecomunicações;
  4. o risco dos projetos informáticos e a cada vez mais necessária segurança de Redes;
  5. o apoio às boas decisões de gestão, com recurso a Business Intelligence e a Big Data;
  6. o benefício da “Internet das coisas”;
  7. a consciência ética no exercício da engenharia nas diferentes frentes tecnológicas.

Com especialização avançada nas áreas mencionadas, o MEIT contribuirá para formar quadros com elevadas competências técnicas e humanas, com a particularidade de as reunirem em Informática e em Telecomunicações, hoje e no futuro, essenciais para as empresas, entidades estatais, demais organizações e sistemas, nos seus mais variados sectores de intervenção.

    Plano Curricular

    • Estudar os níveis de vulnerabilidades dos sistemas de Rede e a possibilidade de soluções de segurança avançada;
    • Promover a aquisição integrada de conhecimentos aprofundados de mecanismos de proteção de sistemas de Rede, proporcionando uma compreensão analítica e estratégica da problemática da segurança de nível avançado.

    • Dotar os alunos com os conhecimentos básicos sobre ética na computação;
    • Dotar os alunos com os conhecimentos de ética profissional em engenharia para o desenvolvimento dos sistemas de informação;
    • Analisar o impacto que a utilização desses sistemas e as novas tecnologias de informação e comunicação podem causar na sociedade.

    • Conhecimento dos principais aspetos relacionados com a mobilidade, em particular das tecnologias e dos protocolos para as redes sem fios;
    • Domínio dos temas candentes em redes (sistemas 3G, 4G, 5G, segurança, qualidade de serviço, etc.) e sistemas de posicionamento;
    • Capacidade para avaliação, desenho e desenvolvimento de novos produtos, protocolos e serviços de comunicação sem fios, em particular das comunicações celulares 5G;
    • Análise crítica das limitações atuais e dos desafios futuros nas redes sem fios.

    Esta unidade curricular aprofunda tópicos relevantes no desenvolvimento de aplicações Web e a sua aplicação no contexto atual do desenvolvimento de aplicações Web. Sendo esta uma disciplina eminentemente prática, procura-se que os alunos consigam:

    • Conhecer e saber usar a tipologia de arquiteturas mais usadas atualmente no contexto de aplicações Web;
    • Conhecer e saber usar tecnologias emergentes nesta área, no que diz respeito a cada uma das layers aplicacionais mais relevantes: i) Frontend, ii) Backend e iii) Data Layer;
    • Aplicar tais conceitos no desenvolvimento de uma aplicação concreta e suficientemente complexa para que compreendam a sofisticação envolvida no desenvolvimento de aplicações de grande escala;
    • Relacionem os diversos padrões de desenvolvimento lecionados, com linguagens ou tecnologias existentes no mercado de trabalho.

    • Fornecer uma formação especializada sobre redes locais e pessoais de última geração, ministrando também uma revisão ao estado da arte destas redes;
    • Desenvolver competências no cálculo de endereçamento IPv6, bem como na abordagem das redes IPv6 em comparação com as redes IPv4;
    • Desenvolver competências técnicas e científicas na área dos sistemas embebidos, redes de sensores e atuadores sem fios;
    • Compreender o conceito de Internet of Things (IoT) e a sua aplicação no mundo real;
    • Projetar, desenvolver e aplicar soluções IoT end-to-end capazes de resolver problemas reais nas mais distintas áreas, tais como: saúde, ambiente ou cidades inteligentes.

    Esta Unidade Curricular aborda algoritmos e metodologias para analisar grandes quantidades de dados, com diversas proveniências, e considerando diferentes escalas de análise temporal. Dar-se-á maior foco às técnicas de Map Reduce como ferramenta para a criação de algoritmos paralelos que podem processar grandes quantidades de dados. Em particular os objectivos da disciplina são:

    • Perceber a interdisciplinaridade e a natureza emergente da disciplina de Data Science e o enquadramento do Big Data nesse contexto;
    • Saber criar e explorar a possibilidade de uma plataforma de Map-reduce para implementação de algoritmos para minar grandes quantidades heterogéneas de dados;
    • Identificar resultados significativos, accionáveis e de negócio a partir da análise de dados em grande escala, com exemplos concretos.

    • Possibilitar o reconhecimento do valor do conceito do risco na elaboração de projetos informáticos;
    • Identificar as diferentes dimensões do risco, nomeadamente a dimensão tecnológica;
    • Proporcionar instrumentos de base para uma análise formal de risco e métodos adequados para gerir riscos em projetos informáticos.

    • Fornecer formação especializada em Redes de Transporte de Dados e Sistemas de Telecomunicações;
    • Ministrar uma visão sobre arquiteturas de comunicações;
    • Ministrar uma visão sobre transmissão analógica e digital;
    • Ministrar uma visão crítica sobre redes MAN/WAN e as redes do futuro.

    • Discutir de forma detalhada os desafios da mobilidade e seu impacto nas soluções e sistemas de informação e no mercado de aplicações;
    • Entender as especificidades dos sistemas móveis, enquanto veículos de entretenimento e suporte a negócio;
    • Conhecer a diversidade de plataformas para desenvolvimento de soluções móveis e aplicar esse conhecimento no desenvolvimento de soluções suportadas em dispositivos móveis de última geração;
    • Reconhecer as limitações inerentes ao paradigma da computação móvel: autonomia, conectividade, persistência, segurança;
    • Identificar e incorporar mecanismos contextuais que permitam enriquecer a interação com dispositivos móveis (geo-localização, acelerómetro e outros sensores).

    • Dotar os alunos com os conhecimentos de Business Intelligence através do uso dos sistemas de informação;
    • Reforçar os seus conhecimentos para uma melhor tomada de decisão;
    • Desenvolver as competências para um melhoramento da posição estratégica de uma empresa e providenciar vantagem competitiva.

    • Conhecimento dos principais aspetos relacionados com as comunicações via satélite (SATCOM), sistemas de geo-localização, de posicionamento e de captura de imagens e vídeo, em particular das tecnologias e dos protocolos para as redes sem fios utilizadas neste meio;
    • Domínio dos tipos de órbitas utilizado em constelações satélite, e da análise física associada;
    • Conhecimento dos modelos de propagação associados às comunicações via satélite e análise de link budget;
    • Capacidade de avaliação, desenho e desenvolvimento de novos produtos, protocolos e serviços de comunicação via satélite;
    • Análise crítica das limitações atuais e dos desafios futuros nas comunicações via satélite.

    • Demonstrar, por escrito, o conhecimento das mais importantes questões e problemas em interfaces pessoa máquina;
    • Demonstrar uma compreensão da percepção e do comportamento humanos na análise das interações entre a pessoa e a tecnologia no dia-a-dia;
    • Usar metodologias e princípios estabelecidos do design para resolver problemas da interação pessoa máquina;
    • Adquirir confiança em lidar com diferentes perspectivas sobre interfaces pessoa máquina e a capacidade de aplicá-las aos problemas do seu design;
    • A capacidade de conceber, planear e executar análises de tarefas e estudos de performance do sistema a partir de uma perspectiva interface pessoa máquina. Apresentar os resultados de forma clara e eficaz;
    • Demonstrar consciência das atuais áreas de investigação, identificando e resumindo exemplos de progressos recentes.

    • Discutir temas candentes na área de Telecomunicações, com foco na argumentação sustentada e suportada em paradigmas e metodologias adequados, bem como a abordagem a soluções tecnológicas;
    • Elaborar e estruturar uma proposta de trabalho de investigação ou de um trabalho de Projecto a realizar no contexto do Mestrado;
    • Realizar o trabalho proposto e apresentá-lo publicamente, em seminário.

    • Discutir temas candentes na área de Engenharia Informática, com foco na argumentação sustentada e suportada em paradigmas e metodologias adequados, bem como a abordagem a soluções tecnológicas;
    • Elaborar e estruturar uma proposta de trabalho de investigação ou de um trabalho de Projecto a realizar no contexto do Mestrado;
    • Realizar o trabalho proposto e apresentá-lo publicamente, em seminário.

    • Conhecer métodos de investigação;
    • Conhecer as diversas formas de comunicação científica;
    • Como identificar um tópico de investigação;
    • Realizar a pesquisa e a revisão da literatura;
    • Como desenvolver um plano de investigação;
    • Ferramentas de investigação;
    • Aprender a escrever um texto científico.

    • Os estudantes devem adquirir novas competências capazes de integrar os conhecimentos adquiridos ao longo do curso, permitindo o estudo de problemas e a implementação de soluções no âmbito da Engenharia Informática e de Telecomunicações;
    • Os estudantes devem realizar um trabalho de investigação sobre um tema das áreas da Engenharia Informática ou das Telecomunicações com vista à elaboração de uma dissertação de Mestrado, ou um Trabalho de Projecto definido, ou ainda um Estágio curricular numa organização, que culmina com a apresentação pública da dissertação de Mestrado ou do relatório de Projecto ou Estágio.

    • Conhecimento dos principais fundamentos dos sistemas de comunicações móveis envolvendo múltiplas antenas (MIMO);
    • Capacidade de compreender as diferentes arquiteturas dos sistemas MIMO e relacioná-las com os seus objetivos específicos que passam pelo aumento de capacidade, multiplexagem ou enriquecimento da qualidade das comunicações;
    • Reconhecimento e análise crítica dos principais desafios colocados pelos sistemas MIMO quer no âmbito da interferência, quer no âmbito da complexidade inerente à sua implementação;
    • Implementação e desenho de transmissores e recetores adequados para canais móveis envolvendo sistemas MIMO;
    • Análise crítica da aplicabilidade dos recetores associados aos sistemas massive MIMO. Questões de implementação.

    • Adquiram os conceitos fundamentais de Cloud Computing, cimentando o background necessário, bem como adquirindo a adequada terminlogia;
    • Adquiram competências na construção, utilização e gestão clouds (públicas e privadas).

    • Os estudantes devem adquirir novas competências capazes de integrar os conhecimentos adquiridos ao longo do curso, permitindo o estudo de problemas e a implementação de soluções no âmbito da Engenharia Informática e de Telecomunicações;
    • Os estudantes devem realizar um trabalho de investigação sobre um tema das áreas da Engenharia Informática ou das Telecomunicações com vista à elaboração de uma dissertação de Mestrado, ou um Trabalho de Projecto definido, ou ainda um Estágio curricular numa organização, que culmina com a apresentação pública da dissertação de Mestrado ou do relatório de Projecto ou Estágio.

    Prof. Doutor Marco Costa