Engenharia Eletrónica e de Telecomunicações

PROVAS DE INGRESSO

Cumulativamente as seguintes provas:

  • 19-Matemática A
  • 07-Física e Química

A Licenciatura em Engenharia Eletrónica e de Telecomunicações (LEET) proporciona formação avançada no domínio da Eletrotecnia, com particular orientação para a inserção da Eletrónica e das Redes e Telecomunicações nas empresas / organizações, contemplando ainda a aquisição de competências nas áreas complementares de produção e distribuição de Energia, Robótica e Computação.

A LEET tem como principais objetivos formar quadros com elevada competência técnica nos domínios da Eletrónica e Telecomunicações, na seleção de ferramentas e metodologias a utilizar no desenvolvimento destas tecnologias, na gestão do processo de desenvolvimento, na implementação e integração destas nas organizações, nas suas múltiplas vertentes, considerando a organização alargada e a sociedade atual.

A LEET pretende formar os agentes catalisadores da transformação das organizações, através de processos suportados nas novas tecnologias nas áreas de Eletrónica e Telecomunicações.

A LEET é suportada em quatro linhas de investigação principais:

  • Processamento de Sinal para Sistemas de Telecomunicações
  • Internet of Things
  • Tecnologias do Mar
  • Veículos não tripulados

As várias parcerias do DCT, incluindo com a Academia Cisco, com o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, com a Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental e com a empresa YDreams dão coerência a estas linhas de investigação principais.

O corpo docente da LEET apresenta um rácio de doutorados da ordem dos 90%, e experiência profissional alargada à indústria e a ambientes internacionais. Para além do Centro de Investigação em Tecnologias – Autonoma TechLab, os docentes da LEET apresentam ainda filiação a outros centros de investigação, nomeadamente ao Instituto de Telecomunicações, ao Centre for Computing and Social Responsibility [Reino Unido] e ao INESC-ID, entre outros.

D.R. Acreditado pela A3ES, em 02/06/2015.

Esta licenciatura está abrangida pela Campanha “Seleção gradUAL”.

Formas de Ingresso

As formas de acesso e ingresso no curso são o concurso nacional, concurso institucional de acordo com a Portaria n.º 262/2012, de 29 de Agosto, concursos especiais, regimes especiais e, ainda, por reingresso, mudança ou transferência de curso segundo o estipulado pelo Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso da UAL, de 17 de Abril de 2007.

Os candidatos devem reunir os seguintes requisitos:

  • Ser titular de um curso de ensino secundário ou habilitação equivalente;
  • Fazer prova de capacidades para frequência de ensino superior de acordo com Decreto-Lei 64/2006, de 21 de Março;
  • Ser titular de curso superior, médio ou diploma de especialização tecnológica. As provas obrigatórias de ingresso são 19 – Matemática A e 07 – Física e Química.

    Plano Curricular

    Física
    6 ECTS

    No seguimento da UC precedente, pretende-se:

    1. Generalizar o estudo de funções de variável real a funções com mais do que uma variável, desenvolvendo os métodos de representação e de visualização no espaço tridimensional;
    2. Estender a teoria do cálculo diferencial em R a funções com mais de uma variável, com vista à optimização dessas funções;
    3. Desenvolver as técnicas de integração em dimensões superiores a 1, com especial ênfase ao cálculo de volumes, áreas e aos teoremas de Stokes e de Gauss, fundamentais ao estudo do electromagnetismo;
    4. Iniciar o estudo da Álgebra Linear através de matrizes e do algoritmo clássico para resolução de sistemas de equações lineares;
    Desenvolver o estudo abstracto dos espaços e transformações lineares, e estudar a aplicação da Álgebra Linear à resolução de sistemas de equações diferenciais lineares.

    Prof. Doutor Joaquim Viana

    Prof. Doutor Paulo Enes da Silveira