Atividades realizadas

A primeira atividade realizada foi um Seminário aberto aos alunos dos 3 Ciclos de Estudos do DHAH, ainda durante o I Semestre, com o Doutor Fabiano Vilaça dos Santos, Professor de História Moderna e Contemporânea, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), investigador e especialista em História Económica Luso-Brasileira.

No dia 17 de Janeiro, pelas 18 horas no Auditório 1, o seminário apresentado teve o título de “O Governo Geral do Estado do Maranhão: estrutura, governação e conexões no Império Português (séculos XVI-XIX) ”. Estiveram presentes vários professores do meio académico português (Universidade de Coimbra, Instituto de Ciências Sociais e Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Universidade Nova de Lisboa), bem como alunos e investigadores da nossa e de outras universidades, que participaram de forma efusiva no debate que se lhe seguiu, prolongando-se a sessão por mais de uma hora do previamente estipulado.

A segunda atividade presencial da cátedra foi realizada no II Semestre, com o Prof. Doutor Pedro Puntoni, da Universidade de S. Paulo. Aproveitando a sua vinda a Portugal para investigação e pesquisa, a Cátedra HCLB pôde contar com a sua participação numa conferência aberta, no dia 21 de Março, pelas 18 horas, no Auditório 3.

A conferência apresentada teve como áreas de trabalho a História Económica, Financeira e Política, sob o título “Mutação da Moeda em Portugal (1185-1640): sobre a formação do sistema monetário português”.

A afluência de professores universitários e de alunos, tanto da Universidade Autónoma como de outras instituições universitárias, foi manifestamente superior ao da anterior atividade, terminando a conferência e posterior debate por volta das 21:30 horas.

Tanto uma nota biográfica dos Professores anteriormente mencionados como os seus respetivos papers foram publicados on-line, a fim de ficarem disponíveis na página da Cátedra e do DHAH3.

Tendo em conta os pontos 4 e 5 dos objetivos da cátedra (ser um local de acolhimento de professores e pesquisadores brasileiros e de outros especialistas internacionais; ser uma plataforma de integração, apoio, supervisão e tutoria de estudantes que procurem prosseguir os seus estudos em Portugal), foram cumpridos esses propósitos com a concessão de uma Bolsa ao Dr. Luciano Morais e a isenção de propinas à Dra Alexia Schellard, para o 3º Ciclo do DHAH (Doutoramento em História). Acrescente-se, ainda dentro desta linha, o acolhimento ao aluno Lair Paiva dos Santos, com base no protocolo entre a UAL e a USP, que desenvolve uma investigação nas área de História e História da Arte, sob o título “O Império das imagens. A Expo 98 e a (re)construção iconográfica do Império Português”, sendo acompanhado pelos Prof. Doutores Miguel Figueira de Faria e José de Amado Mendes.