Conferência “O Contributo das Comunicações 5G para a 4.ª Revolução Industrial” | 11 de Dezembro | 18h30 | Sala 42

• Evolução das comunicações celulares
Mário Marques da Silva

• Aspetos do nível físico das comunicações 5G
João Guerreiro

 

Sinopse:

A Quarta Revolução Industrial, também conhecida por Indústria 4.0, encontra-se já a modificar inúmeras áreas humanas, como a mobilidade, habitação, Ensino, saúde, economia e sociedade. Usando Robôs, Inteligência Artificial, Big Data, Internet das Coisas, Computação Quântica e Comunicações Quânticas, a substituição de humanos por máquinas vai ter lugar numa vasta miríade de diferentes áreas. Estas alterações irão provocar o desaparecimento de alguns empregos, com o emprego de outros, requerendo uma grande adaptação humana a este novo paradigma.
Os veículos de condução autónoma podem ser vistos como robôs, dispondo de sensores e sistemas de comunicações que lhes permitem comunicar e detetar os limites da estrada (Internet das coisas), gerando grandes quantidades de dados (Big Data) e utilizando algoritmos de inteligência artificial para processar as grandes quantidades de dados geradas e para suportar a tomada de decisões automatizada.
As comunicações 5G foram desenhadas tendo em vista o suporte da condução autónoma, bem como da Internet das Coisas. Uma diferença relativamente a todas as anteriores gerações de comunicações celulares é a possibilidade de permitirem comunicações diretas terminal móvel-a-terminal móvel e com base no protocolo IP (Internet das coisas), para além da tradicional comunicação através de estações de base. Esta comunicação direta entre terminais utiliza frequências da ordem dos 60 GHz (ondas milimétricas), em detrimento das portadoras entre 2 e 3 GHz (ondas centimétricas), apresentando uma largura de banda de coerência de canal muito mais elevada, mas também um alcance muito mais reduzido.
Esta conferência pretende expor os desenvolvimentos a alcançar com as comunicações 5G, que se perspetiva estarem disponíveis a partir de 2020. Será dado especial enfase às diferenças entre as várias gerações de comunicações celulares e, em particular, à diferença entre o 4G e o 5G, apresentado uma descrição pormenorizada sobre as técnicas de transmissão, incluindo as ondas milimétricas, o massive MIMO e as técnicas de transmissão por blocos (OFDM, SC-FDE, etc.).

 

ENTRADA LIVRE
Condicionada a inscrição através de: dct@autonoma.pt

 

Departamento de Ciências e Tecnologias e Centro de Investigação em Tecnologias Autonoma TechLab