Universidade Autónoma de Lisboa
  • pt-icon
  • en-icon
Above Content

Plano Curricular

Search

Pesquisa
Content
Plano Curricular
left side
Prof. Doutor Ricardo Carvalho

Director

Prof. Doutor Ricardo Carvalho

rcarvalho@autonoma.pt

Secretaria dos Alunos
Rua de Santa Marta, nº 47 
Horário de atendimento: 2ª a 6ª feira das 9h30 às 19h30
Telefone: (+351) 21 317 76 00

Unidade Central de Apoio Académico 
(Mestrados e Doutoramentos / Apoio aos Departamentos)
Rua de Santa Marta, nº 47, 3º andar
Horário de atendimento:
2ª a 6ª feira das 9h30 às 19h
Telefone: (+351) 21 317 76 00
Article / Section
Home > > > >
  • 7º Semestre

    • 2 ECTSHistória da Cidade I   

      A unidade curricular estuda a evolução das ideias de cidade desde a invenção da cidade moderna, nos finais do século XIX, até à cidade contemporânea. A concentração da análise em cidades concretas permite tanto um escrutínio das ideias que estas produziram; do modo como contribuíram para transformar o urbano, como dos efeitos de algumas destas ideias na construção das cidades.

      Através deste estudo de ideias de cidade pretende-se que os alunos adquiram capacidade crítica e verbal para relacionar diferentes construções teóricas e críticas do urbano com as cidades que os rodeiam. A necessidade de produzir uma síntese explicativa capaz de relacionar ideias com factos urbanos construídos desenvolve capacidades analíticas e comunicativas que servem a unidade curricular bem como a concentração horizontal no urbanismo da estrutura curricular to quarto ano.

    • 3 ECTSPatrimónio Arquitectónico e M. de Recuperação I   

      Objectivos

      • sensibilizar os alunos para as questões fundamentais que se colocam no domínio específico das intervenções sobre o património arquitectónico e urbano, e para a diversidade dos domínios de intervenção;
      • apetrechar os alunos com os conceitos próprios ;
      • apetrechar os alunos com o enquadramento teórico de suporte à fundamentação do projecto de intervenção sobre o património arquitectónico e urbano;
      • apetrechar os alunos com capacidade analítica e crítica para problematizar os projectos de intervenção sobre património arquitetónico e urbano.

      Competências

      • capacidade de pesquisa, análise e crítica relativamente aos conteúdos programáticos; 
      • capacidade de organização e de planeamento dos trabalhos propostos;
      • domínio de conceitos e da expressão escrita e verbal relativa aos conteúdos programáticos ;
      • capacidade de aplicação de conceitos e corpo teórico na execução de trabalhos;
      • capacidade de argumentação e fundamentação na aplicação de propostas.

    • 2 ECTSPensamento e Comunicação I   

      Objectivos:

      Considerando o universo de conhecimento do curso onde esta disciplina se integra e, consequentemente, o perfil dos alunos que o frequentam, pretende-se:

      1. apelar para a necessidade inalienável de se assumir a linguagem como um instrumento essencial à vida em sociedade
      2. igualmente, transmitir a ideia de que o carácter funcional da escrita está ao alcance de qualquer indivíduo, e que só o exercício da mesma tornará possível detectar e compreender erros que constituirão matéria para os evitar no futuro.
      Competências:
      1. Aperfeiçoamento da capacidade de expressão oral, tendo em conta:
      2. Entender o carácter diversificado da linguagem e o seu enquadramento social..
      3. A correcta execução de um discurso escrito, que contemple:
      4. Assumir a importância da leitura e da escrita para a construção do indivíduo bem como saber transmitir esse valor.
      5. Incentivar e criar disciplina no acto de leitura e levar os discentes a integrá-la como constância e hábito na sua vida.

    • 16 ECTSProjecto VII   

      No Segundo Ciclo do Mestrado Integrado em Arquitectura procura-se uma síntese dos conhecimentos e domínio dos instrumentos que de uma forma mais espectral foram adquiridos no 1º Ciclo.Neste contexto o projecto e o local de intervenção é o ponto de partida para uma articulação interpretativa interdisciplinar das unidades curriculares de Projecto VII, História da Cidade, Urbanística e Tecnologias da Arquitectura.

      Pretende-se que num modelo que de algum modo replique a prática profissional, de onde convergem várias especialidades (engenharias, Arquitectura Paisagista, outras), o aluno seja colocado perante problemas complexos, sobre os quais desenvolverá o domínio da sua leitura e exercitará a capacidade de produzir respostas de síntese satisfatórias. 

      É objectivo da unidade curricular a aquisição de competências na área de projecto, num contexto de aprofundamento cultural e técnico, promovendo o desenvolvimento da autonomia crítica do aluno.

    • 1 ECTSSeminário I    

      1. Contribuir para a construção de saberes multidisciplinares que alicercem uma prática da arquitetura que responda aos desafios urbanos contemporâneos.
      2. Fornecer um conjunto de conhecimentos conceptuais e teóricos que permitam aos alunos complementar os seus conhecimentos e, em simultâneo, construir um corpo teórico que possam utilizar em intervenções no território.
      3. Aumentar o conhecimento sobre a cidade de Lisboa.
      4. Dar a conhecer a investigação sobre cidades realizada na UAL.

    • 2 ECTSTecnologias da Arquitectura VII   

      As UC\'s de Tecnologias VII e Tecnologias VIII são o momento de exercícios de síntese, integráveis directamente na elaboração das propostas de projectos.As sínteses pretendidas são obtidas propondo uma abordagem de trabalho "bottom-up” ao invés da abordagem " top-down”. 

      Esta abordagem (bottom-up) ao deixar em crise o paradigma da sequência linear de escalas (top-down), permite o aparecimento de outras opções de análise e abordagem aos desafios da Arquitectura.

      O facto de a abordagem, propositadamente, não ser familiar aos discentes e forçar à proposta de procedimentos de organização construtiva logo no início dos processos de elaboração de projectos, obriga à conceptualização das temáticas das Tecnologias em Arquitectura. A alternativa disponível para os discentes é forçosamente o aprofundar das motivações e consequências das suas decisões, tornando simultâneos diversos níveis de decisão, sem distinção hierárquica, e tão indissociáveis quanto possível entre eles.

    • 4 ECTSUrbanística e Desenho da Cidade I   

      Pretende-se que através da análise e interpretação da complexidade urbana, através do estudo de morfologias, tipologias, funcionalidade, carácter social, fluxos, coexistências e conflitos da área de intervenção, se adquira uma compreensão e sensibilização para os processos interdisciplinares, dando um especial tratamento às noções contemporâneas de sustentabilidade e suas consequências e contradições na sociedade ocidental.

      Pretende-se ainda motivar o trabalho de grupo e estimular a sua necessária interactividade efectiva na concepção de propostas urbanas sustentadas em reflexões sobre as várias forças que se cruzam na construção da cidade. O objectivo destes exercícios de grupo é dotar os alunos de ferramentas, de compreensão do objecto estudado, como da capacidade de crítica e proposta de soluções operativas consistentes e adequadas, à complexidade urbana contemporânea.

  • 8º Semestre

    • 2 ECTSHistória da Cidade II   

      A unidade curricular estuda a evolução das ideias de cidade desde a invenção da cidade moderna, nos finais do século XIX, até à cidade contemporânea. A concentração da análise em cidades concretas permite tanto um escrutínio das ideias que estas produziram; do modo como contribuíram para transformar o urbano, como dos efeitos de algumas destas ideias na construção das cidades.

      Através deste estudo de ideias de cidade pretende-se que os alunos adquiram capacidade crítica e verbal para relacionar diferentes construções teóricas e críticas do urbano com as cidades que os rodeiam. A necessidade de produzir uma síntese explicativa capaz de relacionar ideias com factos urbanos construídos desenvolve capacidades analíticas e comunicativas que servem a unidade curricular bem como a concentração horizontal no urbanismo da estrutura curricular to quarto ano.

    • 3 ECTSPatrimónio Arquitectónico e Metodologias Recuperação II   

      Objectivos

      • sensibilizar os alunos para as questões fundamentais que se colocam no domínio específico das intervenções sobre o património arquitectónico e urbano, e para a diversidade dos domínios de intervenção;
      • apetrechar os alunos com os conceitos próprios ;
      • apetrechar os alunos com o enquadramento teórico de suporte à fundamentação do projecto de intervenção sobre o património arquitectónico e urbano;
      • apetrechar os alunos com capacidade analítica e crítica para problematizar os projectos de intervenção sobre património arquitetónico e urbano.

      Competências

      • capacidade de pesquisa, análise e crítica relativamente aos conteúdos programáticos; -capacidade de organização e de planeamento dos trabalhos propostos;
      • domínio de conceitos e da expressão escrita e verbal relativa aos conteúdos programáticos ;
      • capacidade de aplicação de conceitos e corpo teórico na execução de trabalhos;
      • capacidade de argumentação e fundamentação na aplicação de propostas.


    • 2 ECTSPensamento e Comunicação II   

      Objectivos:

      Considerando o universo de conhecimento do curso onde esta disciplina se integra e, consequentemente, o perfil dos alunos que o frequentam, pretende-se:

      1. apelar para a necessidade inalienável de se assumir a linguagem como um instrumento essencial à vida em sociedade
      2. igualmente, transmitir a ideia de que o carácter funcional da escrita está ao alcance de qualquer indivíduo, e que só o exercício da mesma tornará possível detectar e compreender erros que constituirão matéria para os evitar no futuro.

      Competências:

      1. Aperfeiçoamento da capacidade de expressão oral, tendo em conta:
      2. Entender o carácter diversificado da linguagem e o seu enquadramento social..
      3. A correcta execução de um discurso escrito, que contemple:
      4. Assumir a importância da leitura e da escrita para a construção do indivíduo bem como saber transmitir esse valor.
      5. Incentivar e criar disciplina no acto de leitura e levar os discentes a integrá-la como constância e hábito na sua vida.

    • 16 ECTSProjecto VIII   

       O projecto deste semestre apoia-se e desenvolve-se a partir de estratégias lançadas no contexto da unidade curricular de Urbanística, enquadrado, tal como no semestre anterior numa lógica de condensação urbana reactiva e inversa ao "Urban Sprawl” das últimas décadas. Do ponto de vista do programa, os projectos responderão às carências detectadas nas respectivas áreas de intervenção resultantes do estudo analítico do 1º Semestre, alargando a área de influência a um perímetro mais abrangente.

      Neste contexto o projecto e o local de intervenção é o ponto de partida para uma articulação interpretativa interdisciplinar das unidades curriculares de Projecto VII, História da Cidade, Urbanística e Tecnologias da Arquitectura.

      Pretende-se que num modelo que de algum modo replique a prática profissional. É objectivo da unidade curricular a aquisição de competências na área de projecto, num contexto de aprofundamento cultural e técnico, promovendo o desenvolvimento da autonomia crítica do aluno

    • 1 ECTSSeminário II   

      Objectivos:

      1. Conhecer problemas sob uma perspectiva de prática de atelier.
      2. Compreender a articulação entre o trabalho do arquitecto e a urgência de respostas.
      3. Adquirir novos conhecimentos específicos no âmbito da profissão do arquitecto.
      4. Reflectir sobre a arquitectura de hoje.
      5. Desenvolver capacidades de reflexão, seriedade e rigor profissional.

      Competências:
      Saber reflectir sobre a prática da arquitectura na actualidade a fim de se tornar um profissional competente e inovador.
    • 2 ECTSTecnologias da Arquitectura VIII   

      As Unidades Curriculares de Tecnologias VII e Tecnologias VIII são o momento de exercícios de síntese,integráveis directamente na elaboração das propostas de projectos.

      As sínteses pretendidas são obtidas propondo uma abordagem de trabalho "bottom-up” ao invés da abordagem " top-down”. Esta abordagem (bottom-up) ao deixar em crise o paradigma da sequência linear de escalas (top-down), permite o aparecimento de outras opções de análise e abordagem aos desafios da Arq.

      O facto de a abordagem, propositadamente, não ser familiar aos discentes e forçar à proposta de procedimentos de organização construtiva logo no início dos processos de elaboração de projectos, obriga à conceptualização das temáticas das Tecnologias em Arquitectura.A alternativa disponível para os discentes é forçosamente o aprofundar das motivações e consequências das suas decisões, tornando simultâneos diversos níveis de decisão, sem distinção hierárquica, e tão indissociáveis quanto possível entre eles.

    • 4 ECTSUrbanística e Desenho da Cidade II   

      Pretende-se que através da análise e interpretação da complexidade urbana, através do estudo de morfologias, tipologias, funcionalidade, carácter social, fluxos, coexistências e conflitos da área de intervenção, se adquira uma compreensão e sensibilização para os processos interdisciplinares, dando um especial tratamento às noções contemporâneas de sustentabilidade e suas consequências e contradições na sociedade ocidental.

      Pretende-se ainda motivar o trabalho de grupo e estimular a sua necessária interactividade efectiva na concepção de propostas urbanas sustentadas em reflexões sobre as várias forças que se cruzam na construção da cidade. O objectivo destes exercícios de grupo é dotar os alunos de ferramentas, de compreensão do objecto estudado, como da capacidade de crítica e proposta de soluções operativas consistentes e adequadas, à complexidade urbana contemporânea.

  • 9º Semestre

    • 4 ECTSEstudo da Paisagem I   

      Objectivos

      1. Análise do processo de formação e características do Lugar.
      2. Crítica do Lugar e discussão do programa de intervenção.
      3. O redesenho da Paisagem como Arquitectura.

      Competências:

      1. Conhecer e compreender as características e as condições de formação, bem como as capacidades do Lugar.
      2. Desenvolver a capacidade de entender as condicionantes presentes no Lugar e no seu Contexto de Paisagem, e confrontar este discernimento com o Programa de intervenção Desenvolver as capacidades conscientes de desenho projectual do Espaço de Paisagem afecto ao projecto de Arquitectura em desenvolvimento paralelo.

    • 2 ECTSPensamento e Comunicação III   

      O objectivo da UC é a descoberta e consolidação de processos de investigação teórico práctica em arquitectura.

      Com a exposição e o debate sobre a investigação em arquitectura e o propósito geral da parte escrita da dissertação teórica prática que os alunos devem desenvolver, pretende-se que o aluno adquira competências de investigação, pensamento abstracto, e sobretudo que se torne capaz de operacionalizar a relação entre investigação, reflexão e prática de projecto.

      Pretende-se que os alunos se autonomizem na capacidade de investigação e reflexão histórica e teórica e que desenvolvam a capacidade de argumentação oral e escrita. Pretende-se ainda que os alunos desenvolvam a capacidade de construir um problema de projecto, de o formular, de mobilizar os recursos necessários para a sua resolução (investigação) e de utilizar de forma transformadora estes recursos para a solução de problemas concretos.

    • 16 ECTSProjecto IX   

       O objectivo deste primeiro semestre é que os alunos encontrem a possibilidade de construir, através da combinação destes temas:

      1. Eleger um ponto do território para trabalhar, enquanto primeira decisão de projecto;
      2. Compreender a relação entre a cidade e o rio, e eleger uma maneira de olhar para esta condição;
      3. Definir um conceito forte e unívoco;
      4. Compreender e definir a capacidade de transformação que a intervenção pode ter na paisagem (entendida como território, cidade, cultura, etc.)
      5. Reflectir a várias escalas, desde o projecto como um acto de selecção do território (janela) até ao projecto como construção de um objecto (refúgio)
      6. Os alunos devem ainda adquirir a capacidade de apresentar e comunicar o próprio projecto, de forma precisa e unívoca, através da produção rigorosa de maquetas, desenhos, vídeos, imagens.

    • 1 ECTSSeminário III   

      1. Contribuir para a construção de saberes multidisciplinares que alicercem uma prática da arquitetura que responda aos desafios urbanos contemporâneos.
      2. Fornecer um conjunto de conhecimentos conceptuais e teóricos que permitam aos alunos complementar os seus conhecimentos e, em simultâneo, construir um corpo teórico que possam utilizar em intervenções no território.
      3. Aumentar o conhecimento sobre a cidade de Lisboa.
      4. Dar a conhecer a investigação sobre cidades realizada na UAL.

    • 2 ECTSSistema em Edifícios I   

      A UC aprofunda e complementa os conhecimentos adquiridos nas áreas de materiais e tecnologias de arquitectura, equipamentos, redes e instalações prediais. O aprofundamento dos conhecimentos é realizado através de análises quantitativas, sendo apresentados modelos de dimensionamento que permitam perceber o impacto e necessidades que as disciplinas de especialidade impõem ao edifício.

      Competências

      • a) Identificar componentes, dimensionar e desenhar redes de abastecimento de águas e drenagem de esgotos e pluviais, e desenhar instalações de gás em edifícios
      • b) Definir e caracterizar materiais e dimensionar soluções construtivas de condicionamento acústico e de elevada qualidade térmica
      • c) Definir soluções construtivas para aproveitamento de energias renováveis
      • d) Identificar os componentes das instalações eléctricas, dimensionar e desenhar instalações de iluminação natural e artificial em edifícios

    • 2 ECTSTecnologias da Arquitectura IX   

       

    • 3 ECTSTeoria e História da Arquitectura e da Cidade I   

      Assente em objectos concretos: livros que marcaram profundas transformações na teoria e na história da cultura arquitectónica, o curso analisa e critica os conteúdos, os contextos e as dinâmicas de mudança que estes livros introduziram. É uma história das ideias que informam a prática da arquitectura, mais que uma perspectiva histórica sobre os produtos destas ideias.

      Pretende-se que os alunos adquiram a capacidade crítica e verbal de relacionar a prática da arquitectura comas transformações mais vastas da cultura e da sociedade em que esta prática se desenvolve. Através da interpretação de textos complexos, e da sua explicitação em aula, pretende-se desenvolver a capacidade de síntese disciplinar e incutir hábitos de estudo e debate que fomentem a autonomia intelectual necessária num arquitecto profissional.

  • 10º Semestre

    • 4 ECTSEstudo da Paisagem II   

      Objectivos

      1. Análise do processo de formação e características do Lugar.
      2. Crítica do Lugar e discussão do programa de intervenção.
      3. O redesenho da Paisagem como Arquitectura.

      Competências:

      1. Conhecer e compreender as características e as condições de formação, bem como as capacidades do Lugar.
      2. Desenvolver a capacidade de entender as condicionantes presentes no Lugar e no seu Contexto de Paisagem, e confrontar este discernimento com o Programa de intervenção Desenvolver as capacidades conscientes de desenho projectual do Espaço de Paisagem afecto ao projecto de Arquitectura em desenvolvimento paralelo.

    • 2 ECTSPensamento e Comunicação IV   

      O objectivo da UC é a descoberta e consolidação de processos de investigação teórico prática em arquitectura. Pretende-se que os alunos se autonomizem nas suas capacidades de investigação e reflexão,que desenvolvam a capacidade de argumentação oral e escrita. 

      Pretende-se sobretudo que os alunos desenvolvam a capacidade de construir um problema de projecto, de o formular, de mobilizar os recursos necessários para a sua resolução (investigação) e de utilizar de forma transformadora estes recursos para a solução de problemas concretos de forma e problemas de desenho.

    • 16 ECTSProjecto X   

      O objectivo da UC é de que os alunos encontrem a possibilidade de construir, através da combinação destes temas:
      1. Eleger um ponto do território, enquanto primeira decisão de projecto;
      2. Compreender o tema e definir, de forma crítica, o programa do próprio projecto;
      3. Definir um conceito e uma estratégia de projecto forte e unívoca;
      4. Compreender e definir a capacidade de transformação que a intervenção pode ter na paisagem;
      5. Reflectir a diversas escalas sobre o projecto como um processo de construção de um objecto e como um acto de transformação do território;
      6. Adquirir uma metodologia de trabalho mais próxima possível à sua futura prática profissional, o mais próxima a de um projecto de execução;
      7. Adquirir competências relacionadas com áreas específicas como: arquitectura da paisagem, construções e tecnologia e sociologia;
      8. Adquirir a capacidade de apresentar e comunicar o próprio projecto, através da produção rigorosa de maquetas, desenhos, vídeos, imagens.

    • 1 ECTSSeminário IV   

      Objectivos:

      1. Conhecer problemas sob uma perspectiva de prática de atelier.
      2. Compreender a articulação entre o trabalho do arquitecto e a urgência de respostas.
      3. Adquirir novos conhecimentos específicos no âmbito da profissão do arquitecto.
      4. Reflectir sobre a arquitectura de hoje.
      5. Desenvolver capacidades de reflexão, seriedade e rigor profissional.

      Competências:

      Saber reflectir sobre a prática da arquitectura na actualidade a fim de se tornar um profissional competente e inovador.

    • 2 ECTSSistema em Edifícios II   

      A UC continua o trabalho desenvolvido em SEI, com um aprofundamento do tema de sustentabilidade e eficiência energética. O objectivo é a concepção de soluções integradas para materiais, redes e sistemas prediais para o projecto desenvolvido pelos alunos na UC Projecto X.

      Competências

      • a) Caracterizar o grau de sustentabilidade do local de implantação de um edifício/empreendimento
      • b) Integrar técnicas passivas de aquecimento, arrefecimento e ventilação
      • c) Identificar os componentes, dimensionar e desenhar redes de abastecimento de águas e drenagem deesgotos e pluviais em edifícios
      • d) Caracterização dos materiais
      • e) Definir e caracterizar materiais e dimensionar soluções construtivas de condicionamento acústico
      • f) Definir soluções construtivas para aproveitamento de energias renováveis
      • g) Identificar os componentes das instalações eléctricas, dimensionar e desenhar instalações de iluminaçãonatural e artificial em edifícios

    • 2 ECTSTecnologias da Arquitectura X   

       

    • 3 ECTSTeoria e História da Arquitectura e da Cidade II   

      Assente em objectos concretos: livros que marcaram profundas transformações na teoria e na história da cultura arquitectónica, o curso analisa e critica os conteúdos, os contextos e as dinâmicas de mudança que estes livros introduziram. 

      É uma história das ideias que informam a prática da arquitectura, mais que uma perspectiva histórica sobre os produtos destas ideias. Pretende-se que os alunos adquiram a capacidade crítica e verbal de relacionar a prática da arquitectura com as transformações mais vastas da cultura e da sociedade em que esta prática se desenvolve. Através da interpretação de textos complexos, e da sua explicitação em aula, pretende-se desenvolver a capacidade de síntese disciplinar e incutir hábitos de estudo e debate que fomentem a autonomia intelectual necessária num arquitecto profissional.

mapimg
Ligações úteis