Universidade Autónoma de Lisboa
EN
Above Content

Direito

Departamento

Search

Pesquisa
Content
Direito
left side
Prof. Doutor Pedro Trovão do Rosário

Director

Prof. Doutor Pedro Trovão do Rosário

prosario@autonoma.pt

Doutorado em Direito (Direito Constitucional – Direito Politico), iniciou a docência no ensino superior em Setembro de 1991, inicialmente como Licenciado em Direito, hoje como Doutorado em Direito. Ininterruptamente e desde 1991 é docente universitário, sempre na área do Direito.

Assim, leccionou e lecciona em cursos de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento (Direito), ou na Ordem dos Advogados, ou ainda em instituições de ensino superior em pós-graduações e MBA. É Orientador em Teses de Doutoramento e Dissertações de Mestrado, tendo participado como Membro (Presidente, Arguente ou Vogal) em diversos Juris de Mestrado e de Doutoramento em Direito.

É Advogado em prática ininterrupta desde 1993, tendo iniciado o estágio na Ordem dos Advogados Portugueses em 1991.

Unidade Central de Apoio Académico 
(Mestrados e Doutoramentos / Apoio aos Departamentos)
Rua de Santa Marta, nº 47, 3º andar
Horário de atendimento: 2ª a 6ª feira das 9h às 19h
Telefone: (+351) 21 317 76 00
Article / Section
Home > >

Missão

Uma boa formação teórica é essencial na formação de qualquer jurista, mas não é porém suficiente. Por isso, o curso de licenciatura em Direito da Universidade Autónoma de Lisboa procura fornecer aos alunos da licenciatura uma sólida preparação teórica, sem descurar a vertente prática, por forma a que os alunos dominem as traves mestras da aplicação do Direito.

Este objectivo central da articulação entre as dimensões teórica e prática do ensino do Direito é alcançado através de dois objectivos específicos e complementares: a formação científica, mediante o ensinamento dos esquemas de raciocínio e das construções dogmáticas próprias da ciência jurídica, e a formação orientada para a praxis da ciência jurídica, através da aprendizagem participada das principais matérias do direito positivo. Por outro lado procura-se desenvolver as competências individuais dos alunos incentivando a aplicação dos conhecimentos teóricos à resolução de casos práticos, integrando este domínio nas diferentes disciplinas da licenciatura, através das aulas práticas e dos exames de avaliação.

Com efeito, a ciência jurídica só tem razão de ser se estiver ao serviço da resolução dos problemas concretos da regulação jurídica. Para fomentar nos alunos a sensibilidade para a praxis jurídica, o Departamento de Direito da Universidade Autónoma de Lisboa procurou sempre integrar no seu corpo docente pessoas ligadas ao universo da aplicação do direito às situações da vida social, nomeadamente magistrados judiciais. E, de uma forma generalizada, os seus docentes procuram temperar o ensino expositivo com aulas participadas, a realização de trabalhos orientados e a resolução de casos práticos, que permitam uma avaliação contínua do desempenho escolar dos alunos. Procura-se, assim, ultrapassar um ensino predominantemente teórico e introduzir os alunos no mundo da praxis do Direito.